Livro O Sonho Português

 

Um Sonho Português, de Paulo Castilho

O último romance de Paulo Castilho, que este mês sugerimos como leitura aos nossos associados, parte de uma realidade antiga e assaz comum : a da espera - nalguns casos é mesmo esperança - pela herança de um tio sem filhos, que os putativos herdeiros querem transformar, neste caso, num rentável empreendimento de luxo. A propósito do tema, já Aquilino Ribeiro tinha escrito uma página de antologia na Casa Grande de Romarigães: "Acabava de receber (…) a herança choruda de uma tia, que se dignara fazê-lo legatário universal e entrar no paraíso, lugar para onde não deixa de ir quem dá ao seu semelhante um alegrão destes”. 

 

Através dos Mendes, da sucessão do seu tio Leonardo, que não sabemos se entrará ou não no céu, e da história dessa propriedade no Alentejo, que convenientemente fica junto da barragem do Alqueva, o autor vai passear-nos coloquialmente por realidade pessoais e por temas da actualidade ligados a esta herança: as relações afectivas das personagens, as rivalidades familiares, a obsessão pelo dinheiro e, necessariamente, a política e o poder.